sábado, 26 de outubro de 2013

Tabela da morte

Tentei escrever no meio da semana e contar como estava cagando tudo, mas o cansaço não permitiu nem que eu pensasse em como começar. Não que eu já saiba como fazer isso. Melhor só ir jogando as informações.
Às vezes, eu não consigo acreditar em como as coisas são ridículas, é só decidir fazer tudo certo pra tudo dar errado. Dá pra entender? E, por mais que eu não me sabote mais, eu ainda me saboto, involuntariamente. Quê? Parece que fiquei programada a estragar tudo e a não permitir que as menores coisas deem certo.

Segunda-feira: Os professores foram orientados a nos dispensarem para que pudéssemos assistir a um ciclo de debates organizado pela coordenadora do curso. Sendo assim, a professora cobrou presença e dispensou. Eu sabia disso. O que fiz? Faltei. Como também tinha aula à noite, fiz um esforço e fui. Tão quente que passei mal de calor, de nervoso. Só senti vontade de chorar e correr pra casa. Antes que eu chegasse, o sentimento de desespero passou. Vinte minutos de aula e eu comecei a ficar gelada e enjoada, uma sensação semelhante à anterior. Tentei disfarçar, mas todo mundo percebeu. Eu fiquei pálida, encostaram em mim e eu estava fria. A professora me deu presença na minha frente, disse que eu poderia ir embora e que me ensinaria tudo na aula seguinte. Liguei para minha mãe implorando que ela me buscasse no ponto de ônibus, quando eu chegasse. Fim do dia cagado.

Terça-feira: Só saí de casa porque precisava fazer um trabalho de geologia na casa de uma amiga.

Quarta-feira: Foi um dia normal, apesar de eu ter esquecido a carteira em casa. Participei de uma oficina no ciclo de debates, assisti às palestras. Ok.

Quinta-feira:

Sexta-feira: Palestra infernal, assinei a lista de presença e saí de fininho. Não estudei, apenas me joguei na cama e apaguei.

Sábado: Só vi porcarias na TV e limpei o chão do meu quarto. Preciso estudar e fazer trabalhos... mas tô vendo novela. RISOS.

Primeira semana do desafio pessoal: Fracasso. 

2 comentários:

  1. Oi Flor!
    Espero que tudo fique bem de verdade. Não perca o foco, não perca a fé você é forte e vai sair dessa.
    Stay Strong!

    xoxo

    ResponderExcluir
  2. "Parece que fiquei programada a estragar tudo e a não permitir que as menores coisas deem certo."

    Isso eu entendo, infelizmente.
    Mas vou descobrir como reprogramar...

    ResponderExcluir